Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \20\UTC 2008

René Burri

Conheci René Burri em São Paulo cenário de uma de suas mais inesquecíveis fotografias. Talvez porque, para nós que aqui vivemos, o fascínio do cotidiano, sob a luz do estrangeiro, do fora do ordinário, seja a verdadeira lição de ver.  São quatro homens e suas sombras no topo de um edifício na avenida São João. Esta imagem é a capa de seu mega-livro publicado pela Phaidon. Inesquecível, gruda no fundo da retina como fazem as imagens intrigantes. Burri, suíço, o mais jovem da geração que criou a cooperativa de fotografia Magnum, a lendaria agencia Magnum fundada em 1947 por Cartier Bresson, Robert Capa, David “Chim”Seymour e George Rodger. Burri, a personificação do Joie de vivre, o prazer no oficio da fotografia,  o velho-jovem, o tigre enjaulado por feixes de luz.

Antes era sobre a fotografia pura, sobre o aprendizado. Agora, na maturidade, é sobre as coisa que amamos, a fotografia como celebração da vida. Neste retrato René esta no seu apartamento em Paris onde me recebeu no fim do ano passado. Os dois editávamos um novo livro e conversamos sobre a escolha das imagens. O árduo trabalho de definir as imagens para um livro. Um trabalho de infinita solidão mesmo quando dividido com editores ou designers. Nesse processo as imagens mais uma vez se animam e flutuam diante dos olhos num desafio à memória e a compreensão. O tigre que se atira para devorar o  fotógrafo, metáfora da fotografia que prescinde o autor.

As grandes imagens estão todas por aí, flutuando como música, se ninguém ligar o gravador elas acabam de tocar e desaparecem para sempre.

Anúncios

Read Full Post »